Brasil cai em ranking de percepção de corrupção divulgado pela Transparência Internacional

A ONG Transparência Internacional divulgou nesta terça-feira o Índice de Percepção da Corrupção (IPC) de 2018, que versa sobre a percepção de profissionais de mercado e especialistas, de inúmeros países, sobre corrupção no setor público.

O Brasil perdeu dois pontos em 2018 e, por esta razão, caiu nove posições no ranking, ficando na posição 105 entre as 180 nações consideradas. A nota de nosso país foi de 35 pontos, em uma escala que varia de 0 a 100 pontos, sendo que, quanto menor a pontuação, maior é a percepção de corrupção. Assim, a pontuação atual do Brasil é a menor desde 2012.

Ainda, a pontuação brasileira é 9 pontos inferior a pontuação média da região das Américas, que é de 44 pontos. Outros Países da região que também receberam este ano uma pontuação menor comparada com a do ano anterior foram os Estados Unidos (-4 pontos), que passaram de uma pontuação de 75 para 71; o Chile (-5 pontos), passando de 72 para 67; e, também, o México (-6 pontos), que passou de 34 para 28 pontos.

Por outro lado, a Argentina teve o acréscimo de um ponto no último ano, passando para uma pontuação de 40, assim como o Equador, que teve um acréscimo de dois pontos, ficando com a pontuação de 34.