Novidades

Regras para recolhimento do ICMS nas operações interestaduais envolvendo comércio eletrônico – Convênio ICMS nº 93/2015

23/09/2015

No dia 21 de setembro de 2015, foi publicado o Convênio ICMS nº 93 que estabelece regras para o recolhimento do ICMS nas operações interestaduais envolvendo comércio eletrônico e outras transações não presenciais destinadas a não-contribuintes de acordo com a divisão estabelecida pela Emenda Constitucional nº 87/15 (“EC 87”).

Foram estabelecidas as regras gerais para o recolhimento dos percentuais de ICMS gradativamente aplicáveis aos Estados de Origem e Destino nas operações destacadas acima ocorridas a partir de 2016:
(i) o recolhimento do ICMS devido ao Estado de Destino será realizado por meio de Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais (GNRE) – a regra pressupõe que deverá ser emitida uma guia para cada operação;
(ii) no cálculo do ICMS devido ao Estado de Destino deverá ser incluído o adicional para o Fundo de Combate à Pobreza, se cobrado pelo Estado de Destino;
(iiii) o crédito de ICMS somente poderá ser utilizado para abatimento da parcela de imposto devido ao Estado de Origem; e
(iv) os Estados de Destino estão autorizados a fiscalizar os estabelecimentos remetentes localizados em outros Estados em relação ao recolhimento do ICMS incidente sobre essas operações.
Embora a regulamentação completa dessas operações ainda dependa de regras procedimentais (Ajustes SINIEF e legislação estadual complementar) a serem editadas nos próximos meses, o texto do Convênio esclarece e antecipa algumas ações importantes que podem ser tomadas pelos contribuintes como:

(a) cadastro dos estabelecimentos remetentes para recolhimento do ICMS devido aos Estados de Destino até o 15º dia útil do mês subsequente, de modo a afastar a obrigação de emissão de uma GNRE para cada nota fiscal – esse cadastro não será necessário para os estabelecimentos já cadastrados como contribuintes substitutos nos Estados de Destino;
(b) reorganização de estabelecimentos dentre os Estados com maior fluxo de operações a fim de evitar o acúmulo de créditos de ICMS decorrente da redução do montante recolhido aos Estados de Origem nessas operações.
Estamos à disposição para auxiliá-los quanto aos procedimentos estabelecidos nesse Convênio.

Adriana Gravina Stamato de Figueiredo
Maria Eugenia Kanazawa

Compartilhe nas redes sociais

Trench Rossi Watanabe
São Paulo
Rua Arq. Olavo Redig de Campos, 105
31º andar - Edifício EZ Towers
Torre A - 04711-904
São Paulo - SP - Brasil

Rio de Janeiro
Rua Lauro Muller, 116 - Conj. 2802
Ed. Rio Sul Center - 22290-906
Rio de Janeiro - RJ - Brasil

Brasília
Saf/s Quadra 02 - Lote 04 - Sala 203
Ed. Comercial Via Esplanada - 70070-600
Brasília - Distrito Federal - Brasil

Porto alegre
Av. Soledade, 550
Cj. 401 - 90470-340
Porto Alegre - RS - Brasil

Imprensa
JeffreyGroup
Nara Neri 55 11 3185.0800 | Ext.832
Cauê Rebouças 55 11 3185.0800 | Ext.832